sábado, 31 de outubro de 2015

Restaurant Week - Restaurante Zambeze, Calçada Marquês de Tancos


Primeira experiência com a Restaurant Week, e, sem dúvida é para repetir para o ano.

Este evento não é, nada mais nada menos, que a possibilidade de nós, meros mortais com ordenados baixos, de experimentarmos uma refeição num dos inúmeros restaurantes de luxo aderentes. E no meio disto tudo ainda ajudamos uma causa social, como podem ver, juntamos o útil ao agradável.  

No meio da grande lista de restaurantes escolhi este - Restaurante Zambeze, este "recupera a melhor tradição gastronómica beirã, recriada na sua apresentação e com a fusão surpreendente de sabores africanos".


Da minha experiência adorei tudo, claro. Em especial, do atendimento e a entrada - não me irei esquecer tão depressa daqueles maravilhosos cogumelos. O molho de Amendoim também era divinal, bem como, o medalhão de vitela, que estava no ponto.

O que menos gostei foi da sobremesa (por incrível que pareça, eu sei), para mim a massa deveria ser mais leve, e as porções, ligeiramente, mais pequenas.

No geral, valeu a pena a experiência. Para o ano contem comigo.




MENU:
  • Entrada
    Cogumelos recheados com queijo cabra e bacon.
  • Prato
    Prato Peixe:
    Filetes de bacalhau com migas.

    Prato Carne:
    Medalhão de vitela em  molho de amendoim com arroz de coco.
  • Sobremesa
    Eclair (com creme de ovos e natas) coberto de chocolate preto.


Para aqueles a quem despertei o apetite, podem ver a lista de restaurantes no site, é bem grandinha, e ainda vão a tempo de marcar para Domingo, último dia do evento.

Da minha parte fica a vontade de voltar, a carta é bem apetecível, os preços, tendo em conta a confecção e atendimento acho que valem a pena, nem que seja para uma loucura de última hora, ou para festejar um dia especial a dois.

De 0 a 5, dou um 4.

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Salmão com Crosta de Especiarias

Esta receita fui buscá-la ao livro "O que faço hoje para jantar", da Joana Roque, do blog Para Cozinhar.

Gostei bastante. O salmão fica com um sabor rico a especiarias, e é super rápido de fazer.

Não aconselho a crianças. Mas para um jantar diferente a dois serve muito bem.







Ingredientes:

(Serve 2 porções)


  • 2 Lombinhos de Salmão
  • 1 colher de chá de coentros em pó
  • 1 colher de chá de Cominhos em pó
  • 1 colher de chá Gengibre em pó
  • 1 colher de chá de caril
  • Sal e Pimenta q.b.




Num prato misture as especiarias assim como um pouco de sal. Envolva bem os lombos de salmão nas especiarias e leve-os a cozinhas numa frigideira anti-aderente ou chapa apenas com um fio de azeite, tendo o cuidado de não deixar secar o salmão. 

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Arroz de Ervilhas com Limão

Este arroz é super fresco, pois o limão dá-lhe um toque a Primavera. A cozinha fica um aroma fantástico no ar.

É óptimo para acompanhar prato que tenham um sabor muito vincado a especiarias, ou que estejam muito apurados.


Ingredientes:

  • 1 porção de Arroz Basmati
  • 1 Porção de água a ferver
  • Meia porção de Ervilhas congeladas
  • 1 dente de alho picado
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • Raspa da casca de um limão
  • Sal a gosto

Num tacho ponham o alho, o sal as ervilhas e o azeite, deixem cozinhar em lume brando cerca de 10 minutos. 

Juntem o arroz, deixem-nos fritar um pouco e juntem a água a ferver. Cozam o arroz cerca de 10 minutos ou até verificarem que este se encontra cozido. Terminem com as raspas da casca do limão.



quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Vinho Branco Quinta da Aveleda

O que é que eu posso dizer sobre este vinho?!

Bem, este vinho sabe, para mim, a conversas com as amigas, jantares divertidos, cheios de gargalhas, segredos e algumas confissões.

É um vinho seco, da região do Minho. Daqueles que no primeiro gole "se estranha, mas depois entranha-se". Sabor rico, com aromas florais, e sabor intenso.

Acompanha muito bem pratos de peixe, e alguns patés.



De 0 a 5 dou um 4.


domingo, 25 de outubro de 2015

Creme de Couve-Flor e Queijo

Mais um fim-de-semana de chuva. Lá teremos de nos habituar. 
É o tempo dela, não é mesmo?!

Eu até gosto de a ouvir cair. 

Hoje que mudou a hora e tinha mais uma horinha para dormir, acordei cedo (7h), e não consegui dormir mais. É o costume. Levantei-me fiz o pequeno-almoço e fui-me sentar na varanda a ouvir (e ver) a chuva. 
São estes pequenos momentos, que nada têm de extraordinário, que me deixam com uma sensação boa de tranquilidade e segurança.

Mas adiante, dias chuva pedem, como já sabem, "confort food". Este creme de couve-flor é um desses maravilhosos pratos que no deixam a "barriguinha" saciada e bem feliz. Experimentem e depois digam alguma coisa.





Ingredientes:

(Serve cerca de 4 tigelas de sopa)

  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 1 cebola às rodelas bem finas
  • 2 dentes de alho às rodelas bem finas
  • 700 ml de caldo de galinha caseiro
  • 1 couve flor média (só a parte branca, em pequenos pedaços)
  • 90 gr de queijo emmental ralado
  • 60 gr de queijo parmesão ralado
  • apetite voraz (ah ah) 


Numa panela derreter a manteiga juntamente com o azeite. Juntar em seguida a cebola e o alho e deixar cozer em lume baixo, até a cebola adquirir uma cor dourada, quase que caramelizada. 



Adicionar o caldo de galinha e a couve flôr. Deixar cozer por 15 minutos, ou até verificarem que a couve flor se encontra cozida. Com a ajuda da varinha mágica fazer a sopa em creme.

Por fim juntar os queijos ralados e mexer até estes se misturarem por completo com o creme. 

Para servir podem adicionar croutons e um pouco mais de queijo por cima se desejarem.

sábado, 24 de outubro de 2015

Paté de Queijo Feta e Azeitonas

Este paté é bom para entrada, especialmente se tiverem amigos por casa para jantar, pois é um facilitador de conversas. Juntem-lhe uns gressinos e os vossos amigos passarão a noite toda a falar dele.

Ingredientes:


  • 150 gr de Queijo Feta
  • 1 un. Iogurte Grego Natural
  • Sal e Pimenta q.b.
  • Salsa ou Oregãos q.b.
  • 100gr de Azeitonas Pretas Descaroçadas
  • 4 colheres de sopa de Azeite
Num processador ou robô de cozinha juntem todos os ingredientes e piquem até formar uma pasta. Rectifiquem os temperos e se necessário voltem a picar para incorporar os novos temperos.

Tcharan. Feito e pronto a servir. Juntem os gressinos e vai para a mesa.



sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Almôndegas de Frango com recheio de Queijo de Cabra, em molho de Tomate

Não gosto muito de almôndegas congeladas, ou mesmo das já feitas no talho. Não quer dizer que ocasionalmente não as compre. Compro, mas quando tenho tempo e paciência gosto de as fazer e temperar ao meu gosto. 

Estas que aqui deixo são já uma constante cá em casa. E bem apreciadas. Podem facilmente congelá-las, para isso não devem usar carne congelada, mas sim carne fresca, saída do talho para a vossa casa, e aí sim podem congelar à vontade.


Ingredientes:

(serve 10 almôndegas médias)

  • 3 peitos de frango picados
  • 35 gr de queijo de cabra em cubos
  • cebolinho q.b.
  • sal q.b.
  • 50 gr de pão ralado (mais um pouco à parte)
  • 2 dentes de alho picados finamente
  • queijo parmesão ralado q.b.
  • 2 Tomates maduros
  • 1 cebola pequena picada
  • 2 pedaços de tomate seco picados finamente
  • Vinho branco q.b.
  • Especiarias a gosto para temperar a carne (usei alho seco, salsa seca, colorau, pimenta preta)

Temperem a carne em primeiro lugar, com as especiarias do vosso agrado, o sal, o pão ralado, o cebolinho e o queijo parmesão ralado. Incorporem tudo muito bem e reservem. I

niciem o molho de tomate.

Numa frigideira funda comecem com a cebola e o alho picado, com o azeite e um pouco de sal. Deixem alourar. Juntem em seguida o tomate descascado e cortado em pedaços, bem como, o tomate seco. Cozinhem por 15 minutos em lume brando. Juntem o vinho branco.

Enquanto o molho coze, começam a fazer as almôndegas, aqui vão ter que sujar as mãos. 
Ponham uma bolinha de carne na mão e estiquem-na ligeiramente, no meio ponham o queijo e com jeitinho formem uma bolinha novamente, por fim passam-na no pão ralado e reservam. Repitam o processo até terminarem a carne.

Por esta altura o molho já deve estar pronto, rectifiquem os temperos. Podem passá-lo com a varinha mágica para que fique sem pedaços ou podem deixá-lo assim mesmo, que foi o que eu fiz.

Numa frigideira selem as almôndegas, retirem-nas e terminem-nas no molho, por mais 10 minutos, para que acabem de cozer.

Podem servi-las com um simples esparguete, ou como eu, com umas batatinhas miúdas assadas no forno.

Enjoy! :)


Nota: Estas almôndegas também ficam muito bem com carne de novilho, ou mesmo de borrego. Aí o contraste entre o queijo e carne é muito maior. Neste caso, como a carne é clara, o queijo não sobressai. Mas podem também usar outro tipo de queijos. Deixo ao vosso critério.




quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Dica Alimentar - Fondue de Chocolate Miguelanez




Fácil e rápida utilização. Derrete super bem no microondas, tal como é dito na embalagem. Bem prático.

Infelizmente peca no sabor, que a mim parece-me bem artificial. 

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Maçã Reineta Assada no Forno

Maça reineta. São saudáveis e extremamente benéficas para a saúde. Surgiram inicialmente em França e a sua maior característica é a sua acidez natural. É uma das variedades de maça com mais baixo teor de açúcar, daí ser bastante recomendada para diabéticos. Por terras lusas começam a aparecer no inicio do mês de Setembro.

Eu cá, não sou nada apreciadora confesso. Mas de vez em quando lá me lembro delas e uma das formas de as comer é assim. Assadinhas no forno.

Não acho que haja grande consenso em como fazer maças assadas, no fundo sai tudo mais ou menos o mesmo.




Ingredientes:
(3 porções)

  • 3 un. de Maça Reineta lavada e sem caroço
  • 3 c. de sopa de açúcar
  • 1 cálice de Vinho do Porto
  • 1 cálice de água
  • 3 paus de canela
  • canela em pó a gosto
  • 1 estrela de anis









Super fácil e rápido de fazer. 
Num tabuleiro de ir ao forno ponham as maças já descaroçadas e no meio os paus de canela, e reservem.

Numa tigelas misturem o açúcar, o vinho do Porto, a canela em pó, a água. Distribuam a mistura por cima das maças, e acrescentem a estrela de anis ao liquido que ficar por baixo.

Vai ao forno por 20 minutos ou até as maças se abrirem.

Bom apetite.

domingo, 18 de outubro de 2015

Magnifico Pão de Banana com Especiarias e Frutos Secos - na Yammi

Domingos de chuva pedem sempre filmes no sofá, chá e "confort food".

Como tal, são a desculpa perfeitamente para passar a manhã na cozinha e usar a forma de bolo inglês que eu finalmente me dignei a comprar. E que contente estou com ela. Óptima compra. A próxima na lista é a de pudim. 

Nada melhor para estrear uma forma de bolo inglês que um pão de banana. Aproveitei a receita do segundo livro da Yammi e alterei-a ligeiramente.

Um pequeno aviso, este pão é bastante viciante.





Ingredientes:


  • 380 gr de Bananas bem maduras já descascadas
  • 80 ml óleo
  • 2 ovos
  • 180 gr de Açúcar Amarelo
  • 400 gr de Farinha (usei especial para bolos)
  • 1 c. de chá de Bicabornato de Sódio
  • 1 c. de chá de Sal Fino
  • 1 c. de chá rasa de Noz-Moscada
  • 1 c. de chá rasa de Canela
  • 1 c. de chá de fermento em pó
  • 50 ml de Água
  • 50 gr de miolo de noz aos bocados
  • 50 gr de caju aos pedaços
  • Manteiga e farinha para untar


Comece por pré aquecer o forno a 180º.

Coloque as bananas no copo e reduza-as a puré, programando 15 segundos na velocidade 7.

Monte o acessório misturador sobre a lâmina e introduza o óleo, os ovos, o açúcar e programe 4 minutos na velocidade 4.

Adicione a farinha, o fermento, o bicarbonato de sódio, o sal, a noz-moscada e a canela, regule 2 minutos na velocidade 3. Com a espátula, faça descer a farinha que se acumulou nas paredes do copo.

Junte a água e programe mais 2 minutos na velocidade 3.

Acrescente as nozes e o caju e programe mais 2 minutos na velocidade 3.


Verta a massa para uma forma de bolo inglês untada com manteiga e polvilhada com farinha. Por cima espalhe duas colheres de açúcar amarelo e algumas pevides de girassol. Leve ao forno cerca de 45 minutos, ou até verificar que se encontra cozido.

Bom Domingo. :)

domingo, 11 de outubro de 2015

Bagels com Salmão Fumado e Ovo

É tão bom estar no quentinho da nossa cama a ouvir a chuva lá fora. Um Domingo assim sabe a Brunch. 

Adoro. E, adoro bagels. Mnham.

Brunch Time!!!

Fácil e rápido de fazer.

Bom para quem não tem jeito na cozinha mas quer impressionar alguém especial.

Experimentem.







Ingredientes:

(Serve 2 Porções)

  • 2 Bagels de Compra
  • 1 embalagem de salmão fumado
  • 2 ovos
  • 3 colheres de sopa de Maionese
  • Cebolinho picado a gosto
  • Sal e Pimenta preta a gosto
  • 2 Colheres de sopa de azeite
  • 1 dente de alho picado
  • queijo ralado a gosto (opcional) 





Comecem por torrar os bagels na torradeira. Reservem.

Numa frigideira anti-aderente fritem o salmão fumado, até ficar pálido.
Enquanto fritam o salmão preparem o molho. Numa tigela juntem a maionese, o sal, a pimenta e o cebolinho e misturem tudo muito bem. Disponham esta mistura numa das metades do bagel e reservem. 

Após fritarem o salmão disponham-no em cima da metade do bagel que levou anteriormente a maionese. 

Na mesma frigideira fritem os dois ovos, temperem-nos de sal e pimenta e disponham-nos em cima do salmão. 

Fritem agora o alho picado, ligeiramente até ficar crocante (sem deixar queimar) e distribuam-no por cima dos dois ovos. 


Terminem com o queijo ralado e um pouco de cebolinho picado.

sábado, 10 de outubro de 2015

Parfait de Aveia para o Pequeno-Almoço

Esta receita que vos ponho aqui não novidade nenhuma e poderão encontrá-la nos mais variados sites, inclusivamente em sites de nutricionistas. É uma receita muito saciante, que dá boa energia para a manhã, bem como, é óptima para regular o trânsito intestinal.

Eu não sou muito fã da textura papa, como tal, papas de aveia nunca me soaram lá muito bem, aliás a minha reacção é sempre "bleac". Mas, mesmo assim andava curiosa para experimentar esta "fórmula mágica".

Da experiência resultou o facto de já me agradar um pouco mais as papas de aveia (porque não considero isto papas, mas no fundo são). 



Ingredientes:

  • Flocos de aveia finos (integrais ou não)
  • Iogurte Grego Natural (ou mesmo açucarado, se preferirem)
  • Fruta da vossa preferência
  • Frutos secos da vossa preferência
  • Leite da vossa preferência
  • Mel (opcional)
  • Canela (opcional)





Não ponho a quantidade de ingredientes porque vai depender do vosso gosto. Para mim, cheguei à conclusão, que a quantidade de aveia não pode ser muita, por exemplo, vocês podem gostar com mais aveia. Por isso deixo só o modo de fazer em si, e não quantidades.








Na noite anterior, deitam, num frasco pequeno, os ingredientes por esta ordem:

  1. Flocos de aveia;
  2. Canela (se optarem pelo iogurte natural sem açúcar)
  3. Leite (o suficiente para tapar os flocos de aveia, ou não, depende do que gostam, mas espesso ou menos);
  4. Iogurte Grego (Natural, ou açucarado, o que preferirem)
  5. Mel (intercalado com o iogurte se este for sem açúcar)
  6. Fruta da vossa preferência, cortado aos pedaços
  7. Frutos secos da vossa preferência.
Vai ao frigorífico durante a noite. 
De manhã é só puxar da colher e comer.

 

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Restaurante Pano de Boca, no Teatro Aberto

Este restaurante foi uma escolha bastante boa, de uns amigos, para um jantar de aniversário. 

O menu é bem apetitoso e variado. Tão interessante, que a escolha foi bastante difícil. Mas lá nos decidimos por algumas das, variadas, especialidades.

Para entrada vieram para a mesa o choco frito com molho cocktail caseiro (uma maravilha, choco frito na perfeição, derretia-se na boca) e o fondue no pão. Este último é, nada mais nada menos, que um pãozinho saloio com um refogado de vários queijos e enchidos, completamente digno de um enfarte, mas completamente merecedor do mesmo.

Para o jantar decidi-me a muito custo - pois eu ia na ideia das filetes de peixe espada com banana, mas já não havia - pelo Bife da alcatra, coberto de queijo amanteigado e fiambre, envolvido em massa folhada, acompanhado de batata salteada ao bacon, grelos e uma tacinha de molho de cerveja à parte (mais um potencial enfarte). Esta espécie de "Wellington Steack" estava divinal. Os acompanhamentos igualmente divinais e no ponto.

Para sobremesa destaco o Bolo Mousse de Chocolate com gelado de baunilha, uma bomba espectacular, de chocolate, mesmo bom para "tratar" mini-crises depressivas oriundas de, por exemplo, um péssimo dia de trabalho.

Apenas dois pequenos, grandes, reparos. O primeiro quanto aos empregados - muito simpáticos e prestáveis, mas efectivamente em número reduzido. Dois empregados para uma casa cheia, é muito pouco. E o segundo, em relação às cadeiras, são horrorosamente desconfortáveis.

Com isto, aconselho a experimentar, de preferência num dia que tenham tempo, pois a comida demora um pouco a sair. De resto, a comida é boa. Os gins acho que também são uma especialidade, não provei nenhum, infelizmente, fica para uma próxima.



De 0 a 5 dou 4.



Podem ver o resto do menu aqui.




segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Caril de Legumes e Tofu

Esta receita foi uma bela surpresa. Ficou divinal. Quase com o verdadeiro sabor indiano. haha Quase. ;)

Dá um pouco de trabalho, porque eu gosto de ter uma boa variedade de legumes. E por essa mesma razão não sei quantificar muito bem as quantidades. Mas podem restringir-se a só dois ou três legumes (os que mais gostarem), e ficará bom na mesma.

Vamos lá então...


Ingredientes:

(Serve 6 porções)


  • 1 embalagem de tofu cortado em cubos
  • 1 courgete pequena com casca aos cubos
  • 150 gr de abóbora (pode ser da cabaça, demora um pouco mais a cozer)
  • 100 gr de Pimento vermelho
  • Coentros a gosto
  • 4 colheres da vossa mistura de caril (eu uso uma, bastante boa, já feita que comprei no Jumbo)
  • 1 Cebola aos cubos
  • 1 Alho francês às rodelas (usei só a parte branca, mas podem usar a parte verde, dá ainda mais sabor)
  • 3 dentes de alho picado
  • azeite q.b.
  • sal a gosto
  • 350 gr de Leite de Coco (pus 2 embalagens de 175 ml cada)
  • Cebolinho fresco a gosto (opcional, pus porque tinha cá em casa)
  • Meia beringela pequena aos cubos
  • 1 cenoura pequena aos cubos
  • Arroz Basmati
  • Água para a cozedura dos arroz
  • 2 sementes de cardamomo (opcional, para o arroz)
  • 1 maça ralada (usei Granny smith, era o que tinha por casa)




O melhor é terem já todos os ingredientes separados e cortados, prontos a usar.

Num wok, ou frigideira funda, começam por deitar dois dentes de alho picados,o alho francês, a cebola, o azeite e um pouco de sal. Deixem o alho e a cebola alourar. 

Juntem de seguida a mistura de caril (a quantidade vai depender de quererem mais ou menos picante, mais quantidade mais picante). Deixem as especiarias "abrirem" e introduzam os vegetais. 

Comecem pelos que mais demoram a cozer, como por exemplo a cenoura e a beringela, deixem cozer por  minutos, mais ou menos. Juntem os restantes vegetais (a maça incluída) e deixem cozer por mais 15/20 minutos, ou até estes se apresentarem all dente. 

Por fim misturam o tofu aos cubos, relativamente pequenos (os meus ficaram um pouco grandes). Juntem também o leite de coco e deixem cozer por mais 10 minutos. 

Por esta altura podem começar a fazer o arroz. Num tacho ponham azeite (2 colheres de sopa chegam) e o alho que sobra, mais as duas sementes de cardamomo, ligeiramente esmagadas. Deixem o alho alourar. De seguida adicionem o arroz basmati (a regra é sempre a mesma, para uma porção de arroz, duas de água), e a água. Quando este estiver cozido reservem.

Quanto ao caril só falta adiconar as ervinhas, isto é, o cebolinho e os coentros. Rectifiquem os temperos, e está pronto.