sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Restaurante The Green Room - Cais do Sodré





Fui convidada por uma amiga a ir experimentar o The Green Room, no Cais do Sodré, uma vez que ela tinha um voucher e queria usá-lo.

Fico triste quando vou a um sitio com um voucher e constato que o atendimento é diferente. Não percebo a lógica de oferecer a possibilidade de uma pessoa ir de forma mais barata e depois tratarem-na de forma diferente exactamente por isso.

Suponho, que o facto de os restaurantes se darem a isso - a situação dos vouchers - é porque necessitam de, alguma forma, chamar clientes novos ao restaurante. Certo?! Então o porquê de o atendimento ser diferente?! Não é essa pessoa, detentora de um voucher, um possível cliente?! Não é essa pessoa que se adorar vai espalhar a palavra? 
Então porque é que é pior atendida?! Porque não paga a totalidade?! Não, não paga. Mas se gostar volta, ou não?! Se gostar diz aos amigos, convida para uma festa de aniversário, quem sabe, diz no trabalho que adorou, à mãe ao pai, até ao piriquito.

Infelizmente não é a primeira e não será a última. Adiante.

Como devem calcular a minha opinião não é em nada positiva. Somos atendidas inicialmente com muita simpatia até se darem conta que temos um voucher, e sai um "ah têm um voucher!" -  retiram-nos os menus e dizem que podemos ver o menu na parede. O que é bastante prático, obviamente.

Optámos pelo mesmo pão, mesmo hambúrguer, mesmo topping e mesmo acompanhamento, pois depois de uma dia de trabalho nenhuma de nós consegue decorar mais de dois artigos diferentes. Assim, dividimos o trabalho e cada uma decorou três. 

O hambúrguer, aqui a parte mais importante, é o de abóbora e noz. Não fiquei muito fã. Achei que o hambúrguer podia ser mais fino e não tão compacto, talvez. O topping "spanhish" era bastante bom.

As entradas, guacamole e hummus. Gostei imenso do guacamole, adorei o facto de ter beterraba, dá-lhe uma cor diferente e um sabor muito bom. O hummus achei normalíssimo, acho é que ficava melhor com alguns legumes frescos em vez de pão.

De 0 a 5 dou um 2/3

Fico neste impasse porque realmente não gostei, e como tal, não recomendaria a ninguém meu conhecido. No entanto, gostei do conceito e acho que o restaurante tem um ar "cool" e descontraído.

Sem comentários:

Enviar um comentário