segunda-feira, 6 de março de 2017

Restaurante Vegetariano - Jardins Proibidos (Rua Mãe de água - Lisboa)

A minha grande amiga L. fez anos e teve a excelente ideia de escolher este restaurante (Jardins Proibidos) para comemorar o seu dia. Devo dizer que superou as minhas expectativas. 

A comida é deveras maravilhosa - bem confeccionada, bem saborosa.
O atendimento de uma enorme simpatia e preocupação, de qualquer um dos empregados (eram ainda alguns) nada a dizer, a não ser: "óptimo trabalho". 
O espaço, bastante amplo, bem decorado, convidativo. Tem igualmente um jardim fechado, muito simpático, do que pude ver. 

Falemos então da refeição.
Tábua de queijos vegans

Para entrada, azeitonas (boas, mas tão boas) e húmus - daqueles como nunca, mas nunca, tinha comido num restaurante,  textura certa e bem temperado, maravilhoso - acompanhado de um cesto de pão (muito bom por acaso, tentei perceber de onde vinha, mas não me quiseram contar, compreensível). E, a nosso pedido, uma tábua de queijos igualmente maravilhosa. Infelizmente já não me lembro ao certo do que eram feitos os queijos, penso que um seria de amêndoa, outro de pimentas (preta e rosa) e havia mais dois, esses, não me lembro mesmo. Recomendo vivamente esta entrada, apesar de eles aconselharem para duas pessoas, dá sem problema para quatro (que não se importem de experimentar apenas um pouco de cada).

Caco Burguer
Havia imensas escolha para prato principal, cada uma melhor que a outra. Escolhemos quatro que foram:

Caco Burguer - Hambúrguer de seitan, cogumelos e legumes, com cebola caramelizada, pasta de tofu com mostarda e rúcula (muitooo bom).
Espetadinhas Místicas

Espetadinhas Místicas - Espetadas de seitan e tofu, com abacaxi, marinas em tandori, acompanhas de salada de beterraba, maça e espinafres salteados (Bom, mas a parte do tofu tende a ficar ligeiramente seco).

Yoga Balance Bowl - Lentilhas moong cozidas em óleo de côco e especiarias, com arroz integral e vegetais preparados segundo os princípios da ayurveda. (estava muito bom, no entanto, exageraram naquilo que eu penso serem sementes de mostarda).
Ioga Balance Bowl

Parmegiana de Seitan









Parmegiana de Seitan - Seitan panado com farinha de mandioca, coberto com molho de tomate e gratinado de mozzarela. (Foi o que mais gostei, irei tentar reproduzir em casa).


Das sobremesas escolhidas a que mais surpreendeu, penso que tenha sido a chamuça de banana. Apesar de não ser bem uma chamuça, era divinal, muito bem concebida, um pouco grande, talvez, como fim de uma refeição (não que eu não a tivesse comido claro, fiquei quase a explodir, mas fui forte, comi tudo! :D ). As restantes eram igualmente boas, vegans e sem adição de açúcar refinado. 

A repetir, sem dúvida.

De 0 a 5, dou: 4.


Sobremesas: Cheesecake Vegan de Maracujá, Cheesecake de Lima, Tarte de Chocolate e Alperce, Chamuça de Banana com molho de café.

Sem comentários:

Enviar um comentário